Como saber se o seu disco rígido usa GPT ou MBR e como alterá-los

Disco rígido

Com a chegada das versões mais recentes do sistema operacional Microsoft, surge um novo esquema de partições: a GPT , deixando para trás o antigo MBR – Master Boot Record -. Qualquer uma das versões é suportada nessas versões do Windows, embora seja necessário o GPT para inicializar o sistema no modo UEFI a partir do BIOS , enquanto o MBR é usado para inicializar sistemas operacionais mais antigos, como o Windows XP .

É bem provável que você já tenha encontrado a necessidade de saber que tipo de esquema seu disco rígido usa, por exemplo, para instalar uma distribuição Linux na inicialização dupla . Por esse motivo, graças ao pessoal do IslaBit , apresentamos duas maneiras de saber se o seu disco rígido usa GPT ou MBR e como mudar de um para outro.

Como saber se você usa GPT ou MBR

Como mencionamos anteriormente, existem duas maneiras de descobrir. Um é bastante gráfico, pois usa o gerenciador de disco do Windows e outro através do próprio console de comando.

Usando o Gerenciador de disco do Windows

Para acessar esta ferramenta, devemos pressionar a tecla windows + r, deixando uma caixa de texto onde devemos escrever diskmgmt.msc . Pressionar Enter abrirá a ferramenta de gerenciamento de disco.

gerenciador de disco

Depois que a ferramenta é aberta e carregada, clicamos com o botão direito do mouse no disco do qual queremos conhecer seu esquema de partição e selecionamos Propriedades . Quando outra janela é aberta, vamos para a guia Volumes e na linha onde diz Estilo de Partição , podemos ver se esse disco usa GPT ou MBR.

discos de administrador-2

Via linha de comando

Este formulário também é relativamente simples, consiste em usar o comando diskpart na linha de comando.

Para abrir o console do Windows, basta pressionar a combinação de teclas Windows + R e digite cmd na janela que aparece.

Uma vez que consola aberta, escrita diskpart e vamos abrir uma nova instância do console , onde nós escrevemos list disk . Este comando nos mostrará uma lista com todos os discos conectados ao PC e, em uma das colunas – GPT – um asterisco aparecerá se estivermos usando o GPT.

diskpart

Como converter de MBR para GPT e vice-versa

Como no caso anterior, existem duas maneiras de fazer isso. Um é da própria ferramenta de gerenciamento de disco e o outro da linha de comando. Ambos são relativamente simples, embora você tenha em mente que, para fazer a alteração, todo o conteúdo do disco será excluído.

Do gerenciador de disco

Para alterá-lo do gerenciador de disco, acessamos a ferramenta conforme descrito no ponto anterior e excluímos todas as partições do disco das quais queremos alterar o esquema de partição. Depois de remover essas partições, clicamos com o botão direito do mouse no disco e veremos que ativamos uma das opções de conversão para GPT, se for MBR ou vice-versa.

Relacionado:  Como forçar a resolução da tela do seu netbook para 1024 × 768 no Windows

O processo levará um tempo e, quando terminar, já podemos criar as partições que queremos no disco escolhido.

Na linha de comando

Como dissemos antes, acessamos o console do Windows e gravamos o comando diskpart , criando uma nova instância do console. Na nova instância, escrevemos o disco da lista e anotamos o número do disco que queremos. Para saber qual disco queremos alterar, devemos poder identificá-lo por seu tamanho.

Quando escolhemos o disco, escrevemos o disco selecionado X , onde é o número do disco que escolhemos. Logo após escolher o disco, escrevemos limpo . Este comando irá apagar todo o conteúdo do disco.

Quando o processo de exclusão é concluído, executamos o convert X em que X será GPT ou MBR, conforme apropriado . No final da execução do comando, teremos nosso disco com o esquema de partição que queremos e podemos prosseguir para particioná-lo.

Você pode estar interessado: Como formatar o disco rígido para instalar o Windows ou Linux.

O que você acha do guia? Quais métodos você achou mais fáceis? Deixe-nos um comentário!

O disco rígido é uma das partes mais importantes do computador, responsável por armazenar todos os dados e informações dos usuários. Existem dois tipos de partições de disco: MBR (Master Boot Record) e GPT (GUID Partition Table). Saber qual tipo de partição seu disco rígido está usando é importante para determinar a compatibilidade com diferentes sistemas operacionais e para fazer alterações na partição. Neste artigo, vamos explicar como você pode verificar se o seu disco rígido usa GPT ou MBR e como alterá-los.

Guía paso a paso: Cómo cambiar de disco GPT a MBR de forma sencilla y eficiente

Si necesitas cambiar de disco GPT a MBR, es importante que sigas una guía paso a paso para hacerlo de forma sencilla y eficiente. En este artículo, te explicaremos cómo hacerlo en pocos pasos.

Lo primero que debes hacer es asegurarte de que tu disco rígido utiliza GPT. Puedes verificarlo abriendo el Administrador de discos en tu PC y buscando la etiqueta “GPT” al lado del disco. Una vez que hayas confirmado que tu disco utiliza GPT, es momento de cambiarlo a MBR.

Relacionado:  Como entrar no gerenciador de dispositivos do Windows 10? Guia passo a passo

Para hacerlo, necesitarás una herramienta de particionamiento de discos. Hay varias opciones disponibles en línea, pero una de las más populares y confiables es EaseUS Partition Master. Descarga e instala esta herramienta en tu PC.

Abre EaseUS Partition Master y selecciona la unidad de disco que quieres convertir de GPT a MBR. Después, haz clic en “Convertir GPT a MBR” en la barra de herramientas de EaseUS Partition Master.

Confirma que deseas realizar la conversión y espera a que el proceso se complete. Este proceso puede tardar algunos minutos, dependiendo del tamaño de tu disco.

Una vez que el proceso se complete, reinicia tu PC para que los cambios surtan efecto. Ahora tu disco rígido debería estar utilizando MBR.

Recuerda que siempre debes hacer una copia de seguridad de tus datos importantes antes de realizar cualquier cambio en tu disco rígido.

MBR vs GPT: Qual é a melhor opção para SSD? Descubra agora!

Se você está pensando em instalar um SSD em seu computador, é importante entender a diferença entre MBR e GPT, que são os dois principais tipos de partições de disco rígido. Ambos têm suas vantagens e desvantagens, mas qual é a melhor opção para SSD?

MBR, ou Master Boot Record, é um estilo de partição mais antigo que foi projetado para sistemas operacionais mais antigos, como o DOS e o Windows 95. Ele usa uma tabela de partição de 64 bytes para armazenar informações sobre as partições do disco rígido e é limitado a quatro partições primárias.

GPT, ou GUID Partition Table, é um estilo de partição mais moderno que foi projetado para sistemas operacionais mais recentes, como o Windows 10 e o macOS. Ele usa uma tabela de partição de 128 bytes para armazenar informações sobre as partições do disco rígido e pode suportar até 128 partições.

Então, qual é a melhor opção para SSD? A resposta é GPT. Embora o MBR seja adequado para discos rígidos menores e sistemas operacionais mais antigos, o GPT é a melhor escolha para SSDs devido à sua capacidade de suportar partições maiores e mais de quatro partições primárias.

Se você deseja saber se seu disco rígido usa MBR ou GPT, basta acessar o Gerenciamento de disco e verificar as propriedades do seu disco. Se você precisar alterar de MBR para GPT ou vice-versa, é possível fazer isso usando o Diskpart ou o EaseUS Partition Master.

Relacionado:  Como ler códigos QR em um computador com Windows

GPT vs MBR: Qual é o mais rápido para o seu disco rígido?

Quando se trata de discos rígidos, é importante saber qual tipo de partição está sendo usado: GPT ou MBR. Ambos têm suas vantagens e desvantagens, mas a questão mais comum é: qual é o mais rápido?

A resposta é que não há uma resposta definitiva. Depende de vários fatores, como o tamanho do disco rígido, o sistema operacional que você está usando e o tipo de dados que você está armazenando.

GPT é geralmente mais rápido que MBR em discos rígidos maiores, pois permite mais partições e um melhor gerenciamento de espaço livre. Além disso, o GPT é mais atualizado e pode suportar discos rígidos de até 9,4 zettabytes, enquanto o MBR é limitado a 2,2 terabytes.

Por outro lado, se você estiver usando um sistema operacional mais antigo, como o Windows XP, o MBR pode ser mais rápido. Isso ocorre porque o MBR é mais compatível com sistemas operacionais mais antigos e pode ser mais estável em certas situações.

Em resumo, a escolha entre GPT e MBR depende do seu sistema e do uso que você faz do seu disco rígido. Ambos têm suas vantagens e desvantagens, e a escolha deve ser feita com base em suas necessidades individuais.

Descubra as diferenças entre os discos GPT e MBR: guia completo

Se você está se perguntando como saber se o seu disco rígido usa GPT ou MBR, este guia completo é para você. GPT (GUID Partition Table) e MBR (Master Boot Record) são os dois tipos de esquemas de partição mais comuns usados em discos rígidos.

A principal diferença entre GPT e MBR é que GPT suporta discos maiores e permite mais partições do que MBR. Além disso, GPT usa uma tabela de partição redundante para maior segurança e integridade dos dados, enquanto MBR usa uma tabela de partição única.

Se você precisar alterar o esquema de partição do seu disco rígido, você pode usar um software de gerenciamento de partições, como o MiniTool Partition Wizard, para converter entre GPT e MBR. No entanto, lembre-se de que a conversão pode apagar todos os dados do seu disco rígido, então faça backup de seus arquivos importantes antes de prosseguir.

Em resumo, entender as diferenças entre GPT e MBR é importante para garantir que o seu disco rígido esteja configurado corretamente e para evitar a perda de dados durante a conversão de um esquema de partição para outro.

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário