Google Maps, o melhor aplicativo de mapa

O Google Maps é provavelmente o melhor aplicativo ou programa de mapa atualmente , ou pelo menos o mais usado por usuários em todo o mundo, e, no entanto, provavelmente saberemos pouco e nada sobre sua história. Portanto, a idéia deste artigo é poder revisar informações um pouco mais gerais que temos em mãos sobre esse sistema de imagem de mapa completamente rolável.

Como dissemos, o Google Maps é parcialmente constituído por imagens de mapas que se movem conforme solicitamos , mas não só permanece nele, mas também possui fotografias de satélite de todo o mundo. Mesmo se precisarmos dessas informações, ele pode nos oferecer detalhes sobre as rotas entre dois pontos em locais diferentes ou imagens no nível da rua através do Google Street View.

A origem do Google Maps, ou a primeira informação sobre o sistema, chegou lá em fevereiro de 2008, quando o Google anunciou seu desenvolvimento que o mantinha em beta por meio ano , até seu lançamento oficial em outubro daquele ano. Naquela época, conhecemos um software de mapas que, como muitos outros aplicativos da web do Google, usa muitos arquivos Javascript para ensinar seu conteúdo aos usuários.

A operação do Google Maps ocorre de tal maneira que, como temos a possibilidade de mover o mapa para onde queremos, nesse exato momento é baixada a próxima imagem que complementa a anterior. O interessante é que, na medida em que precisamos, temos a possibilidade de fazer todos os tipos de abordagens e distâncias para mostrar o mapa com mais detalhes ou a uma distância maior .

Além disso, em termos técnicos, precisamos saber que as coordenadas do Google Maps são organizadas no sistema WG584, para que a latitude e longitude de cada ponto sejam mostradas . Então, com as diferentes atualizações do Google Maps , também vimos a chegada de novos recursos, como ferramentas de pesquisa, movimentos de mapas e também imagens de satélite.

Relacionado:  Como gerenciar eventos do Google Maps com JavaScript?

Outro dos usos que o Google Maps estava ganhando com o passar do tempo tem a ver com a inclusão de todos os tipos de fotografias, algumas delas tiradas de bancos de imagens, localizadas nos locais em que foram tiradas. Mesmo com o lançamento do Google Earth pelo gigante dos mecanismos de busca, foi alcançado um complemento realmente interessante , para adicionar informações aos mapas sem perder os dados do mapa.

Finalmente, não podemos deixar de mencionar que, no início de 2014, quando o escândalo de Edward Snowden estourou em relação aos sistemas de espionagem realizados pelas agências de inteligência da NSA dos EUA e pelo GCHQ britânico, foi aprendido através de várias documentações que Essas organizações usaram o Google Maps para conhecer as pesquisas dos usuários, transformando-as em vítimas e parte de seus mecanismos .

Você encontrará informações sobre:

Aplicativo do Google Maps

 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário