É bom ter a opção IPv6 ativada em nossa placa de rede?

É bom ter a opção IPv6 ativada em nossa placa de rede?

Conforme descrito na descrição do protocolo IPv6 na Wikipedia , o Internet Protocol versão 6 (IPv6) é uma versão do Internet Protocol (IP), definida na RFC 2460 e projetada para substituir o Internet Protocol versão 4 (IPv4). ) RFC 791, que em 2016 está sendo implementado na grande maioria dos dispositivos que acessam a Internet , ou seja, um novo modelo de endereçamento que resolverá os problemas de exaustão de endereços IP atualmente afetados pelo IPv4.

Assim, praticamente qualquer dispositivo que se conecta à Internet hoje tem a opção de fazê-lo através deste novo protocolo , que por sua vez coexiste com a versão anterior (IPv4), por isso, nos perguntamos se ter essa opção ativada é Bom, ruim ou diretamente não influencia nada.

Para responder a essa pergunta, precisamos diferenciar dois ambientes, o trabalho e o pessoal.

Ambientes domésticos

Esse é geralmente o cenário mais simples de todos , pois geralmente teremos um ou dois dispositivos que são usados ​​apenas para conexão à Internet e que raramente precisam se comunicar, além disso, o esquema de rede é muito simples. , sendo um roteador o principal ponto de conexão entre eles, sem aplicativos complexos, sem servidores e praticamente sem mais nada.

Nesse caso, ter a opção IPv6 em nosso equipamento ativada ou não deve ter praticamente nenhuma influência e tudo deve funcionar sem problemas adicionais.

Ambientes profissionais

É aqui que a situação é mais complexa, pois nesse tipo de cenário é necessário levar em consideração uma infinidade de variáveis ​​e aspectos , por exemplo, que o equipamento acessará servidores, aplicativos de configuração complexos, comutadores e diferentes camadas de rede, firewalls físicos, impressoras ou documentos compartilhados em computadores e inúmeras outras variáveis ​​que devemos levar em consideração.

Relacionado:  Baixe Torrents o mais facilmente possível no Windows 10

Em geral, esse tipo de ambiente é onde mais problemas podem nos levar à versão ativa 6 do protocolo da Internet , uma vez que outros computadores, aplicativos, servidores, impressoras ou qualquer outro elemento tentam acessar nosso equipamento através de um endereço IP, é possível que ter um endereço IPv6 ativo e atribuído possa causar problemas.

Também devemos ter em mente que o próprio gerente de infraestrutura pode ter problemas se as equipes começarem a trabalhar com esses endereços , pois os roteadores podem não interpretar bem essas informações e não ter certeza sobre o que eles têm a ver com as solicitações que acompanham os computadores. Com este endereço ativo.

Nesse ambiente, exceto por solicitação expressa do gerente de infraestrutura, é melhor não ativar esta opção e continuar trabalhando com um IP privado dentro do protocolo IPv4.

Categorias Windows
 

Você pode estar interessado:

Deixe um comentário